PATRULHA BANCÁRIA

No ano de 1968 nascia no Estado de São Paulo a Patrulha Bancária

 

Tal força policial foi criada para atender ao combate de uma nova modalidade criminosa que crescia de forma vultuosa no Estado de São Paulo: o roubo a Bancos. Como a Força Pública já tinha um grupo estruturado, formado ele por militares, para policiar alguns pontos mais visados pelos assaltantes, a Polícia Civil, então chefiada pelo Delegado Geral, Dr. René Mota, criou a Patrulha Bancária, destinada a fazer frente aquele tipo de infração. E foi assim que, na manhã do dia 6 de novembro de 1968, investigadores do DEIC, equipados com carabinas whincester .44, submetralhadoras e carabinas URKO-22, saíram as ruas da Capital para reprimir a ação daqueles delinquentes.

 

A ação do tempo veio modificar a ação da Patrulha Bancária e, durante os anos seguintes, as suas funções foram absorvidas pela 5ª Delegacia da Divisão de Patrimônio.

 

Em 20 de março de 2007, foi criado, junto a 5ª Delegacia da Divisão de Investigações de Crimes Sobre o Patrimônio deste DEIC, o SORB – Setor Operacional da Delegacia de Roubo a Bancos, composto por 5 (cinco) equipes distintas, supervisionadas por um Delegado de Polícia, nos mesmos moldes da antiga Patrulha Bancária. Incumbia à referida equipe efetuar o policiamento preventivo especializado direcionado a prevenção e a imediata repressão dos crimes de roubo, sempre que a vítima for agência bancária, estabelecimento de crédito ou empresa transportadora de valores.

 

FITA AMARELA 2.jpg
HTML Comment Box is loading comments...